26 de março de 2011

Bruna Surfistinha





Olá meus amigos!

Bem, resolvi postar o cartaz desse filme em meu blog não como homenagem, mas como protesto.
A meu ver, dar a volta por cima está longe de se tornar uma prostituta famosa. Nada contra a quem decidiu levar uma vida assim mas, qual é o mérito de ganhar a vida apenas abrindo as pernas?  Fala sério!
É uma pena ver que histórias de heroínas de verdade não despertem o interesse da população. Dessa forma, ninguém quer fazer um filme contando a história de uma Maria de verdade. Aquelas que acordam cedo todos os dias se espremem dentro de um ônibus lotado para chegar ao trabalho. Heroínas que praticam o milagre da multiplicação fazendo o salário render para poder dar o que comer aos filhos, pagar aluguel e as contas no final do mês. Heroínas que trabalham durante o dia para pagar os estudos durante a noite enfrentando o cansaço e lutando para de fato para darem a volta por cima. Mulheres que perderam seus filhos  e transformaram o luto em uma luta por um país melhor. Estas sim, são heroínas de verdade!
Enfim... Para mim, a história de uma dessas Marias citadas é que seria digna de ser contada. A história de muitas de nós. Mulheres guerreiras, honestas, sobreviventes dessa batalha onde muitas vezes são feridas fisicamente, moralmente por seus companheiros e por uma sociedade que insiste em dar-lhes um tratamento desigual . A estas sobreviventes sim, eu presto a minha homenagem.

Por Malu de Oliveira

13 comentários:

  1. Num dia de grande emoção

    Que pedia o coração para te agradecer

    com uma sincera oração.

    Ah! se eu fosse um bom poeta,

    ou regesse uma grande orquestra

    te homenagearia com a mais bela poesia

    e uma radiosa harmonia!

    E para você grande amigo das horas de alegria

    Em que eu mais queria,tu estavas lá

    na hora certa pronto a me amparar,

    e a minha cruz aliviar.

    O amigo pontual, da hora especial

    sempre pronto a colaborar

    tornando seguro o meu caminhar!

    Por todas as horas de felicidade

    Rogo a Deus que te abençoe!"

    Tenha um exelente fim de semana com muita paz,alegria e amor.bjks.

    ResponderExcluir
  2. Minha querida amiga, passando para lhe desejar um bom final de semana!
    beijos meus

    ResponderExcluir
  3. Oi Malu...

    Concordo em número, gênero e grau contigo...

    Dias atrás postei sobre Irena Sendler, Polonesa, que na segunda guerra mundial salvou mais de 2.500 crianças do holocausto...desencarnou em 2008, e havia sido indicada para o Nobel da Paz em 2007, perdendo para ....AL GORE, vive-vice-Presidente dos EUA (que escreveu sobre o aquecimento global...)...Humpft..

    Aí, fico me questionando sobre "critérios" utilizados para homenagear alguém...se Raquel Pacheco resolveu "se vender" problema dela, mas torná-la uma "heroína" Brasileira...fala sério...é problema NOSSO...

    Mas, vamos tocando em frente, como diria meu maninho Almir, o Satter...

    Bjos carinhosos e abençoado fim de semana para ti

    ResponderExcluir
  4. Concordo contigo!
    Malu muito obrigado pela presença e pelas palavras amigas.
    Me senti muito feliz com o carinho de cada um.
    Sinto em dizer que talvez, só talvez...minhas visitas venham a diminuir um pouco pq retorno ao trabalho na segunda.
    Te rogo não me abandone, vou me esmerar para continuar visitando a todos!
    Bjus e bom domingo

    ResponderExcluir
  5. Nossa, querida Malu. Você tem opinião forte, palavras duras e REAIS. Uma sinceridade que falta em muitos. Gostei, gostei. Estou seguindo *-*

    ResponderExcluir
  6. Malu, endosso sem rermoso a sua opinião! E sabe o que mais? Manifestar uma opinião contrária como essa, ainda corre-se se o risco de ser taxada de chata e preconceituosa! Fato é que ninguém está desmerecendo as profissionais do sexo, está em pauta uma garota de classe média que largou a casa dos pais pra se prostituir como se isso fosse um hobby e de quebra se viciar em vários tipos de droga.

    Muito pertinente a observação quanto às mulheres que enfrentam a vida com muita dificuldade e dginidade. Um programa da emissora Bandeirantes mostrou a saga de uma senhora que trabalha como faxineira e precisa utilizar 3 modalidades de condução e gasta mais de 6 horas diárias se deslocando para chegar ao trabalho. Por que não fazem um filme da vida dela?

    É duro ver tanta gente elogiando e a tratando como uma heróina. Pra ver como estão os valores da nossa sociedade...

    Ah quadrinho da postagem tá hilário! Hehe

    Eu ainda não assisti ao filme da Bruna Qualquer Coisa e nem sei se terei toda essa curiosidade que vejo por aí.

    ResponderExcluir
  7. A historia da Bruna é uma grande bobagem.
    Quantas prostiutas sairam desta vida se casando com clientes? São inumeras.
    Tive o livro dela em mãos e é uma literatura pessima. A garota ainda escreve muito mal.
    E pelas entresvistas que dá, parece não ter mudado seus valores.
    A historia das verdadeiras heroinas, embora tenham todo merito, infelizmente não dá ibope nessa sociedade em busca de futilidade e de fama.
    A nossa sociedade esta decadente na questão dos valores.
    Este tema é um mote para altas discussões.

    Obrigado pela visita ao Buteco, apareça mais por lá.
    Foi muito bom vir conhecer o seu espaço.
    Voltarei.

    bjo

    ResponderExcluir
  8. Realmente são essas sobrevivente do dia-a-dia que merece a homenagem devida.
    Mas só vemos as pessoas darem atenção a coisas sem valores, como se isso fosse normal.
    Não cheguei a ver este filme e nem pretendo...
    futilidades e depravações tem limites...
    Por isso que o Cinema brasileiro não se destaca mundialmente,pois só quer passar a imagem de desclassificados. O que esse filme descreve muito bem.
    Bruna Surfistinha, mas uma vergonha do nosso país direto para o mundo.
    Muito bem expressado sua visão sobre esse motim que deve gerar muitas polêmicas...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Malu você está coberta de razão. Aoinda não assiti o filme mas deve ser uma apologia em torno das possibilidades que a prostituição pode trazer - cada um no seu quadrado - respeito todos, mas ninguém presta homenagem as mães, mulheres que se esfalfam trabalhando com dignidade. Faço minhas as suas palavras a e as da Blogueira.
    um beijo

    ResponderExcluir
  10. Adoro sexo! Mas o que eu faço. Não tenho feitiche de ler o sexo dos outros não. Minhas leituras são outras.

    Obrigada pela visita no Absinto. Apareça por lá de vez em quando. Eu volto, pode esperar.

    ResponderExcluir
  11. Oi flor
    Vc esta certa e tem muita coragem de falar aquilo q muitos pesam mas se calam,pior q existe muitas pessoas q gosta disso é acabam sustentando este lixo.
    Amiga voltei das ferias e agora estarei sempre por aqui...uma bela semana.
    Beijão

    ResponderExcluir
  12. Levantando polêmicas, heim?! hehe Brincadeira, minha flor.

    Tens muita razão na tua opinião, mulher de verdade tem valores de verdade, e esses valores tem, sim, seu mérito! - Infelizmente, não reconhecidos. -

    Minha opinião é que a sociedade vive de sonhos. De fantasias! E enaltecer a baixaria nada mais pode significar a própria baixeza de quem assim o faz.

    Tipo fazer pornoxaxada! (Num sei se assim que se escreve!) Ou videos pornográficos.

    Aqui sim, expondo todo meu conceito de que o ser humano não valoriza sua mente, somente suas fantasias!

    Lindo post amorinha!!!!

    Parabéns por ser uma Mulher de Verdade, uma Maria.

    ^_^•

    Um beijo doce ♥

    ResponderExcluir

Palavra puxa palavra, uma ideia traz outra, e assim se faz um livro, um governo, ou uma revolução, alguns dizem que assim é que a natureza compôs as suas espécies.

Machado Assis